Imagem capa - Experiência Própria: Fase de Adaptação, como e quando acontece? por Singular 8
AmorExperiência PrópriaFotografiaCasamentosDicasInspiraçãoCasamento RealSonhosNoivasTrivialidades

Experiência Própria: Fase de Adaptação, como e quando acontece?

Oiee, tudo bem?

Se seu casamento está chegando, você deve estar se perguntando: 

O que vou viver e como vai ser a minha vida após o casamento? 


Eu te conto! =)


Ela é temida, odiada, causadora de divórcios, brigas e muitas vezes passa a sensação de que você fez a escolha errada! Ela é a famosa Fase de Adaptação do Casamento! O período dela é o primeiro ano de casada. O primeiro ano longe da casa da mamãe, da roupinha lavada, da comida pronta e das contas pagas!



Essa foi minha cara quando percebi que teria que me virar com tudo quando fui morar sozinha rsrrs


Mas ela pode ser mais simples do que você pensa e menos assustadora do que dizem. Pode ser o melhor ano da sua vida. O ano que você descobrirá como é maravilhoso poder dividir os sonhos com alguém, os anseios e frustrações do dia a dia, além da alegria de poder chegar em casa e ter alguém para te dar um abraço quentinho, seja de consolo ou de amor, um abraço é sempre bem vindo. Nessa fase em que a saudade de casa aperta e que as descobertas são muitas, nada melhor do que poder contar com o amor da vida para te dar a mão e dizer: vamos juntos!

Vou contar um pouco sobre como foi a nossa fase e como foi maravilhoso para nós dois. Claro que não somos a regra e acredito que muito menos a exceção. Somos um casal e escolhemos nos amar todos os dias, assim como vocês estão fazendo e deverão fazer pra sempre. Porque o amor é uma escolha! 

A sua experiência pode ser diferente da minha e a minha pode ser diferente de tudo que você já ouviu. O importante é que não me divorciei nessa fase e por isso estou aqui para te contar hahahaha

Relaxa, vai dar certo!


No primeiro mês decidimos alguns costumes que parecem que são óbvios mas não são. 

São duas pessoas, de criações diferentes, de costumes diferentes, com opiniões, manias e gostos diferentes dividindo o mesmo teto, não subestime isso e respeite. Algumas coisas como, onde guardar os copos? Na porta do canto ou do meio do armário, na prateleira de cima ou debaixo, de boca pra cima ou pra baixo, vamos deixar 4 no suporte externo...? Isso faz parte da fase de adaptação! Essas coisas precisam ser definidas e juntos é muito mais divertido! 

Então vou te dar uma dica: Não deixe ninguém arrumar seus armários antes de vocês! Voltem da lua de mel e abram os presentes juntos, lavem o que tiver que lavar e guardem tudo juntos. Assim começa os costumes e manias da sua nova família. O Guga e eu vivemos isso e eu curti muito! Onde guardar copo, o que vem primeiro na gaveta de talher, onde colocar as toalhas, os lençóis, de que lado do armário as roupas de cada um vai ficar, parece bobinho, mas é uma delícia, experimente e volte pra me contar!



Primeiro mês é assim, cada um olhando pra um lado rsrsrs


Nos próximos três meses as rotinas do novo lar se intensificam. 

Você passa a perceber que precisa de ajuda e que se seu marido não está disposto a isso é necessário uma conversa franca e carinhosa. Chegar do serviço, em alguns casos tarde da noite, ter que fazer o jantar, lavar a louça pós, dar uma ajeitadinha na casa, tomar banho e ainda dar atenção pro maridão não é tarefa fácil e não rola fazer sozinha. Por aqui as conversas sobre isso rolavam muito antes de casar e essa é uma boa dica: Converse sobre isso desde agora! Não existe essa de “não faço na casa da minha mãe não vou fazer depois”, não existe para nenhum dos lados amiga. Se você também não é adepta aos serviços domésticos, está na hora de começar a dar uma lida em sites de ajuda, dar uma observada em como sua mamis faz para aprender. Por mais que paguemos por um ajuda de fora, em algum momento você terá que colocar a mão na massa, melhor estar com pelo menos o  psicológico preparado para isso. Não se cobre de fazer a melhor comida do mundo, passar a roupa mais impecável ou ter a casa mais limpa e organizada do universo, não pense que você será a Mônica Geller. Cada um é um. A internet é nossa aliada. Sobre o maridão ajudar, já manda o papo reto pra ele também! Acabou a moleza de mamãe dando tudo na mão. Com jeitinho e carinho explique que se ele te ajudar, melhora tudo, inclusive o tempo de qualidade de vocês dois juntos. Nada que uma boa conversa não resolva, mas converse mesmo!



Sobrou um tempinho, a gente corre e faz um ensaio!


Próximos meses...

Aquela saudade da casa de mamis começa a apertar e alguns defeitinhos passam a ser mais evidentes, além da TPM que a essa altura ele já percebeu que existe mesmo e é preciso chocolates e palavras de amor para acalmar hahaha Sobre a saudade de mamis, faça uma visitinha ou convide ela para o novo lar, prepare um almocinho especial, você vai ficar ansiosa com isso, mas vai ser gratificante. Sobre os defeitinhos... bom, nessa fase você ainda estará brigando por isso, mas acredite, alguns ele melhorará e você também, outros ambos terão que aceitar e seguir em frente, porque tem cosias que não mudam nunca! A TPM é uma coisa que não muda nunca rsrsrs Se a sua é muito forte vale a pena consultar um médico para tentar algo que amenize. Se for normal, seu amor vai perceber que não adianta lutar contra, é melhor aceitar.


Meses finais do Primeiro ano! 

Faltando 4 meses para acabar a fase de adaptação você já estará adaptada as rotinas da vida nova! Já saberá que é ruim acumular serviços de casa, que uma ajudinha pelo menos de 15 em 15 dias é super bem vinda. Que cozinhar feijão e congelar para a semana toda facilita a vida. Que você não precisa comprar a feira inteira porque vocês dois não dão conta de comer. Que seu pai tinha razão de pedir pra você economizar água e luz. Que assistir um filminho no sofá pode ser delicioso. Que nessa fase a gente engorda porque ama inventar coisas diferentes na cozinha... Perceberá também que foi um ano incrível de descobertas e mudanças, de amor, de aprendizado e muito carinho e compreensão.

Estará pensando no que fazer de especial para comemorar o primeiro ano mais feliz e maluco da sua vida e poderá dizer que passou pela fase de adaptação tranquila, feliz e que agora ama ainda mais seu marido do que há 1 ano atrás!



Alegria na vida das pessoas que passam suave pela fase de adaptação! hahahha


Por aqui já se vão pouco mais de 4 anos, sou grata a Deus por tudo que aprendi e vivi até aqui! Tenho muito que caminhar ainda, muitas experiências para viver, mas espero ter ajudado você a relaxar e pensar mais em curtir do que suportar o primeiro ano de casada! Acredite, é bem menos assustador do que pintam e bem mais legal do que você imagina!

Se você já casou conte nos comentários como foi, vamos ajudar outras noivas, juntas somos mais fortes! 

Beijo e até o próximo post!


Ps. As fotografias são do nosso ensaio, que a gente mesmo clicou! =)