Imagem capa - Entrevista: Guia de fornecedores da Igreja - é confiável? por Singular 8

Entrevista: Guia de fornecedores da Igreja - é confiável?

A maioria das Igrejas em São Paulo (e algumas grandes capitais) fornecem aos casais um Guia de Fornecedores. A ideia é que os casais tenham segurança na contratação e tenham acesso aos melhores serviços, afinal, se a Igreja indica, é porque a Igreja confia.

Acontece que nem sempre é assim. O profissional do Guia de Fornecedores não está lá atoa, a Igreja recebe um valor considerável (de 2 a 5 mil reais) para manter o nome desse profissional no Guia de Fornecedores, e assim sendo, nem sempre você terá a garantia de que ele presta ou prestará um bom serviço. Ele está ali porque paga e não exatamente porque é bom.


Hoje vamos conhecer a história da Ju! Fui madrinha de casamento dela e por isso não fotografei. A Ju assim como outras noivas recebeu da Igreja o Guia de Fornecedores, e através dele contratou a equipe de fotografia e filme. 


Será que ela teve uma boa experiência? Vem conhecer essa história!


Quem é Juliana Sobreira?

Sou a Ju, tenho 33 (quase 34 rs) anos, formada em Publicidade. Trabalho como Coordenadora de Trade Marketing em uma agência especializada na área. Casada com o Dan (Daniel Candido Filmes), tia e madrinha apaixonada do Pedro rsrs... Minha família é minha maior riqueza, amo estar com os meus amigos, sou do time dos unidos do sofá e não dispenso uma dia de folga regado a muita pipoca e Netflix. (nunca pensei que seria tão difícil falar de mim kkk)


Como você e o Dan se conheceram?

Nos conhecemos há 7 anos atrás no casamento de um casal de amigos (Cinthia e Tiago). O Dan era padrinho do noivo e eu convidada do casal. Fomos apresentados por uma grande amiga (Thais), conversamos um pouco e trocamos Facebook (muita modernidade).  Foram 4 anos entre namoro e noivado e estamos casados há quase 3 anos. 




Quanto tempo durou os preparativos do casamento?

Nós começamos os preparativos 3 anos antes. Tivemos que nos planejar com muita antecedência, pois compramos o nosso apartamento e isso deixou o orçamento bem apertado, por isso começamos a nos planejar e buscar fornecedores bem antes da data para ter uma ideia do que seria possível ou não fazer no nosso casamento. Optamos em não fazer festa, demos prioridade em mobiliar e decorar o nosso apartamento do nosso jeitinho e escolher bons fornecedores, pois eu sempre fui muito exigente com isso.


Como escolheu seu fotógrafo?

A fotografia do meu casamento sempre foi um sonho pra mim, esse era o serviço com o qual eu mais me preocupava e queria que fosse perfeito (antes não quisesse rs) Visitamos algumas feiras de casamentos, conhecemos alguns fornecedores. Quando fechamos a data na Igreja recebemos uma espécie de livro com "indicações de fornecedores", lá tinham vários fornecedores e o fotógrafo era um deles.

Após diversas pesquisas, orçamentos, batemos o martelo e fizemos a escolha de um dos fornecedores que estavam na lista de indicação da Igreja.


Quem te indicou e o que foi dito na indicação?

Além de ter levado em consideração a lista de indicações da Igreja, o Coral que fechamos também nos indicou este fotógrafo. As recomendações foram as melhores possíveis. Então eu pensei, "se a Igreja (uma das mais procuradas para casamento) e o Coral (que faz um trabalho maravilhoso) me passou ótimas referências deste fornecedor, não é possível que ele não faça um bom trabalho".


Você em algum momento se sentiu obrigada a contratar quem a Igreja queria? 

Não me senti obrigada, mas o fato da Igreja estar indicando me deu segurança. Eu nunca pensei que eles indicariam pessoas desqualificadas. Pior é que eles não se envolvem com isso e todo contato que eu tentei fazer para falar do trabalho dele, eles tiraram totalmente a responsabilidade de cima deles, dizendo que a escolha foi nossa. 


Como foi a reunião com ele?

A reunião com o fotógrafo foi bem agradável, ele nos recebeu em seu escritório, nos apresentou diversos materiais que havia produzido, fotos e vídeos, modelos diferentes de álbum e saímos de lá já com o contrato fechado.


Quanto tempo antes do casamento o contrato foi assinado?

O contrato foi fechado com ele um ano e meio antes do casamento, devido ao valor, precisávamos nos programar com o pagamento e fizemos isso com bastante antecedência.


Como foi seu relacionamento com ele a partir da assinatura do contrato até o dia do casamento?

O relacionamento foi completamente diferente do que eu esperava e do que ele pareceu ser no dia da nossa reunião. Como noiva, criamos grande expectativa em nossos fornecedores e esperamos que eles "vivam" essa emoção com a gente. Infelizmente não tivemos nada disso. Durante todo esse tempo ele nos enviou apenas um e-mail com um formulário e algumas perguntas sobre o casamento, nossa família, quem era  importante e não poderia ficar de fora das fotos, etc.

Depois disso, qualquer contato com ele partia de nós e quando respondido, era bem superficial, tipo curto e grosso. Confesso que isso já foi me deixando angustiada, mas noiva fica meio pirada mesmo e acabava achando que era paranoia da minha cabeça. Um dia antes do casamento o Daniel ligou pra ele, para confirmar se estava tudo certo de tão sumido que ele estava.


Como foi o pós vendas?

Resumindo em uma palavra, foi péssimo. E-mails não respondidos, ligações não atendidas, total falta de cuidado com o cliente que o contratou e confiou um dos dias mais importantes da nossa vida a ele. Foi frustrante, triste e gerou grande stress tanto pra mim, quanto pro Daniel.



Havia prazos de entrega no seu contrato?

Sim, os prazos eram: 10 dias para receber as fotos que seriam escolhidas e 60 dias após aprovação das fotos e design do álbum + escolha das músicas para o DVD. No mesmo dia que recebemos as fotos já escolhemos e enviamos para ele. O envio do design do álbum veio depois de 2 meses, e como eu já esperava...horrível...O Daniel refez todo o design e enviou pra ele, ainda assim ele reenviou errado. Percebemos que o que estava ruim, poderia piorar. Pedimos ajuste novamente. Da data que aprovamos o álbum até a entrega foram mais 5 meses. Recebi meu álbum e meu vídeo 8 meses após meu casamento. 

Ligávamos e ele não atendia, mandávamos e-mail e não tínhamos resposta. Não conseguíamos achar ele em lugar nenhum. 

Cheguei a pensar que não veria mais minhas fotos e nem o meu vídeo, essa sensação foi a pior que eu poderia ter sentido. 

Conseguimos contato, ele pediu mais prazo, nesse tempo eu já não tinha mais paciência e nem emocional para ser educada e por diversas vezes tivemos discussões por telefone e por e-mail, ele ainda quis ter razão.


Quanto tempo para receber as fotos para escolha? 

Demoramos 30 dias pra receber, porém no dia do casamento ele nos falou: "Fiquem tranquilos, quando voltarem de lua de mel as fotos já estarão disponíveis pra vocês escolherem". 

Claro q ele não cumpriu.

Mandamos e-mail, ligamos e ele sempre postergando a entrega. Isso já foi gerando mal estar entre nós.

Após 30 dias recebemos, via sedex, um CD dentro de um envelope todo amassado. A partir daí eu tinha certeza que havia feito a escolha errada. Não era nem de perto o que eu esperava.


Como foi seu filme de casamento? Você gostou? Fale mais sobre isso! 

O vídeo ficou péssimo, isso me dói. Não sinto vontade alguma em assistir e tenho vergonha de mostrar pra qualquer pessoa. 

Eu tinha uma expectativa tão grande nesse vídeo, mais uma vez transformada em decepção.

Ele conseguiu perder a entrada do meu sobrinho com as alianças, quando eu o questionei sobre isso ele teve a capacidade de colocar a culpa na criança, pois ele entrou correndo na Igreja. Se a equipe dele fosse bem preparada eles estariam atentos na hora que ele entrou e teriam captado a imagem, o corredor da Igreja é enorme.

O vídeo é horrível do início ao fim, imagens de péssima qualidade e muitas vezes tremidas. 


O que mais te decepcionou?

O que mais me decepcionou foi ele não ter tido cuidado e nem carinho com o dia mais importante pra nós. Não teve palavra e fez com que a espera pelo álbum e vídeo do nosso casamento se transformasse em angústia, nervoso, lágrimas (sim, durante este tempo todo eu chorei muitas vezes por causa dele). Ele não foi honesto e não honrou em nenhum momento ter sido escolhido pra registrar esse dia.

Paguei caro! Pelo serviço que ele prestou acho que foi uma fortuna. Jamais falaria de preço se ele tivesse prestado um serviço de qualidade, mas pelo que ele me entregou não foi justo.




O que você faria diferente?

Eu teria pesquisado mais, confiei muito por ele ser indicação da Igreja. Teria ido atrás de referências via redes sociais, comentários de outras noivas, falhei nesta parte, não me dei conta que a página dele no Facebook (na época o Insta não estava tão em alta) não tinha quase nada.


O que você falaria para as noivas que estão nos preparativos de casamento e pesquisando sobre equipes de fotografia e filme?

Primeiro que pesquisem muito, a foto e o vídeo do seu casamento é o que ficará de lembrança deste dia que é tão lindo e importante, então tem que ser a melhor lembrança. 

Ser ativo nas redes sociais hoje é importante. Quem faz um bom trabalho não tem medo de se expor, já quem não faz se esconde. Esse era o caso do fotógrafo que eu escolhi. Busquem comentários de noivas que contrataram este fornecedor, peguem feedback.

O seu fotógrafo tem que se mostrar feliz por você ter o escolhido, tem que te dar a atenção que você merece e precisa nesse momento.

Muito se fala em valores hoje e sabemos que cada casal tem o seu orçamento, mas tenham cuidado, pois muitas vezes o barato pode te custar bem caro. 



 Ju, obrigada por dividir com a gente sua história. Apesar de triste ela serve de alerta e ajuda para outras noivas que estão passando pela situação de confiarem ou não 100% no guia de fornecedores da Igreja. Te amo amiga!



Infelizmente algumas Igrejas pressionam os noivos e até cobram taxas, caso os noivos não queiram contratar os fornecedores do Guia. Fique atenta! Você não é obrigada a nada, seu casamento suas regras! 


Se você quiser conversar mais sobre isso ou se quiser um orçamento para fotografia e filme, clica aqui que te envio por whats! 


Beijo, até o próximo post!